coisas que me passam pela cabeça, e outras que vão ficando

[ textos recentes

[ Óscares fora de prazo

[ Russia ataca EUA?!?

[ e vivó Benfica!!!

[ Festival da canção

[ arquivos

[ Julho 2018

[ Março 2016

[ Agosto 2015

[ Junho 2015

[ Março 2015

[ Março 2014

[ Março 2013

[ Fevereiro 2013

[ Julho 2012

[ Maio 2012

[ Outubro 2011

[ Agosto 2011

[ Junho 2011

[ Abril 2011

[ Janeiro 2011

[ Novembro 2010

[ Outubro 2010

[ Setembro 2010

[ Agosto 2010

[ Junho 2010

[ Maio 2010

[ Março 2010

[ Janeiro 2010

[ Dezembro 2009

[ Novembro 2009

[ Outubro 2009

[ Julho 2009

[ Junho 2009

[ Maio 2009

[ Abril 2009

[ Março 2009

[ Fevereiro 2009

[ Janeiro 2009

[ Dezembro 2008

[ Novembro 2008

[ Outubro 2008

[ Setembro 2008

[ Agosto 2008

[ Julho 2008

[ Junho 2008

[ Maio 2008

[ Abril 2008

[ Março 2008

[ Fevereiro 2008

[ Janeiro 2008

[ Dezembro 2007

[ Novembro 2007

[ Outubro 2007

[ Setembro 2007

[ Agosto 2007

[ Julho 2007

[ Junho 2007

[ Maio 2007

[ Abril 2007

[ Março 2007

[ Fevereiro 2007

[ tags

[ todas as tags

[ visitas

Domingo, 7 de Março de 2010

Óscares fora de prazo

Liguei a tv na 2, como habitual. Percebi que estava a dar um programa sobre os Óscares e deixei ficar enquanto ligava o computador e arrumava uma ou outra coisa. Tendo deixado de acompanhar as cerimónias em directo já há uns anos, e tendo também deixado de ver tantos filmes, há anos em que nem sei quem vai a concurso. Este é um desses anos, sei um ou outro nome de filme, mas dou por bem vindo um programa que, pelo menos, me diga quem vai a jogo.
Ao fundo o prorama ia correndo, e eu ia ouvindo ao longe, escutando uma ou outra frase de vez em quando. Só que, à medida que uma e outra coisa me foi entrando pelo ouvido, comecei a achar aquilo estranho. Oiço falar do Wall-E, do Estranho Caso de Benjamin Button, d'O Leitor, de Milk... Estranho... estes filmes concorreram o ano passado...
Deixo o computador e dou mais atenção ao programa, onde dão um grande destaque ao filme favorito aos Óscares: Quem Quer Ser Milionário...
Alto aí! Agora tenho a certeza, alguém está a gozar comigo!!
Vou à página da 2 na net, e vejo anunciado o programa:

Reparem na data: 22.02.09, ou seja, 22 de Fevereiro de 2009, precisamente a data da 81ª entrega de óscares...
Vou à Wikipédia confirmar, e lá estão todos estes filmes, anunciados no programa como favoritos, para o ano passado...
Pois aqui temos um muito útil programa, de nos dá palpites sobre quem poderá ganhar os óscares, do ano passado. Um programa que foi pago para ser emitido na devida altura, em Fevereiro de 2009 e antes do dia 22. E espero que não tenham que ter pago de novo para o emitir. Se isso aconteceu o dinheiro devia ser descontado no vencimento do Director de Programas, nem que ele tivesse que lá ficar até ser tão velho como o Benjamin Button quando nasceu.
Amanhã vou ouvir a TSF para saber quem ganhou. Se ligar a TV na RTP ainda levou com notícias do ano passado. Não surpreende, infelizmente, mas indispõe.
 

 

publicado por coisas minhas às 22:25
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

Russia ataca EUA?!?

Estava a ver (só a ver, sem som) a abertura do Jornal das 22h na RTP 2 há minutos atrás, e na abertura vejo um missil a ser disparado e a legenda "Russia ataca EUA"!

A notícia era, afinal bem diferente. Não foi a Russia, foi o Putin que atacou VERBALMENTE a política norte-america de instalação de misseis seus em países europeus, nomeadamente na Polónia. Não lançou nenhum missil, nem nenhuma bala, nem uma pedra com fisga nem sequer um balão de água.

Putin acusou, e nisso concordo com ele, os EUA de à revelia do Direito Internacional instalarem armas suas ofensivas em território alheio. E no entanto a notícia foi apresentada como se a Russia tivesse lançado um míssil contra os EUA.

Terá alguém na Direcção de Informação da RTP a mínima capacidade de entender o tamanho desta asneira? O que foi anunciado é uma mentira. A mensagem passada é uma distorção inadmissível de factos diametralmente opostos. Quem por algum acaso naquele instante passasse por uma montra onde a notícia estava a passar, ou estivesse num café ou restaurante com muito barulho, sem ouvir o som da notícia, o que entenderia? Quem fez o disparate daquele anúncio - já que aquilo não é notícia - terá dois dedos de testa para saber o que faz? Ou um dedo só, pelo menos?

Para além da abjecção que é este disparate, mais um a juntar a tantos, irrita-me sobretudo ser obrigado a pagar para que gente incompetente invente coisas que depois rotula de 'notícias' sem saber o que anda a fazer.

como estou?:
publicado por coisas minhas às 22:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

e vivó Benfica!!!

O noticiário da manhã na RTP é um extraordinário condensado de inutilidades. Alongar-me-ei mais sobre isso noutro dia.

Na semana passada, uns minutos antes das 8, o pivôt anuncia "as notícias que fazem o topo da actualidade: Benfica inicia a digressão pelos Estados Unidos; infecção num hospital provoca a morte a um bebé e afecta outras crianças;...". Às 8 arrancam então as notícias, e a primeiríssima é, claro, a digressão do Benfica! Só depois veio a notícia da infecção no hospital e depois todas as demais. O Benfica, e o futebol em geral, é sempre mais importante para quem faz aquilo do que tudo o mais.

E chamo-lhe 'aquilo' porque aquilo não é um noticiário. É um despejar de ocorrências, a maior parte da véspera, outras inconsequentes para se saber pela manhã ("todos os anos morrem 3 mil pessoas com a doença de Gershfungelstein-Kapov. Connosco temos hoje o Dr. Anacleto Bisneto que nos vai falar sobre o assunto...").

O referendo sobre a possibilidade de impugnação do presidente da Roménia, ou sobre os novos minitros franceses não a vi neste noticiário, nem em nenhum outro.

O Benfica é mais importante que a morte de uma criança num local onde é suposto as doenças serem não só tratadas como prevenidas? Pois se for, que vivó Benfica, que não imaginava tão importante!!!

Se fosse só um dia ainda passava, mas acontece todos os dias. Mais que anedótico isto é triste.

publicado por coisas minhas às 23:11
link do post | comentar | favorito
Sábado, 10 de Março de 2007

Festival da canção

A esta hora já deve ter acabado. Sim, quase de certeza já acabou. Pelo sim e pelo não é melhor nem ir ver. Há um par de horas atrás percebi, a meio de um zaping, que aquilo que via no ecrã era o Festival da Canção. Mudei depressa para outra coisa qualquer, carreguei à toa em botões, volume, setup, teletexto e sei lá que mais, se é que não desliguei logo.

Não vejo o mínimo sentido em se continuar a fazer este Festival. "Mudam-se os tempos, muda-se a vontade, muda-se o ser, muda-se a confiança. Todo o mundo é feito de mudançao tomando sempre novas variedades (...) e já nada muda como soía". Se estas palavras do formidável soneto de Camões mantêm a sua verdade, como é possível que haja pessoas a continuar a querer fazer o Festival da Canção?!?!?

Porque insistem? O festival já não é um nado morto, é menos que um múmia. A sua fundamentação remonta a tempos que já se extinguiram há muito, os do único canal televisivo nacional na maioria, senão na totalidade, dos países participantes. Há quanto tempo as coisas já não são assim?

E para que serve aquilo agora? Serviu, na origem e primeiros tempos, para lançar artistas, mas dos últimos anos ficou algum? E as melodias, alguém sabe trautear um pouco de uma dos últimos dez anos? Dos últimos cinco... talvez?...

À cautela não vou ligar o televisor, não vá aquilo ainda estar na pré-lavagem. Consola-me a quase certeza de saber que, pelo menos, não estará nos resumos de notícias que verei amanhã, e se vir esquecerei tão depressa como um qualquer diálogo da Florimurcha ou dos Morangos Enjoativos.

publicado por coisas minhas às 23:43
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

[ quem sou

[ pesquisar

 

[ Julho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

[ links