coisas que me passam pela cabeça, e outras que vão ficando

[ textos recentes

[ O homem que não existe

[ Sábios conselhos

[ Coisas úteis (?) que se a...

[ We Go ou Nós Vamos?

[ Eusébio no Panteão não. P...

[ Viva la vida loca aos 80!

[ Não tenho dinheiro para u...

[ A senhora engorda e volta...

[ Al Capone era Tuga

[ Carnaval palerma

[ arquivos

[ Março 2016

[ Agosto 2015

[ Junho 2015

[ Março 2015

[ Março 2014

[ Março 2013

[ Fevereiro 2013

[ Julho 2012

[ Maio 2012

[ Outubro 2011

[ Agosto 2011

[ Junho 2011

[ Abril 2011

[ Janeiro 2011

[ Novembro 2010

[ Outubro 2010

[ Setembro 2010

[ Agosto 2010

[ Junho 2010

[ Maio 2010

[ Março 2010

[ Janeiro 2010

[ Dezembro 2009

[ Novembro 2009

[ Outubro 2009

[ Julho 2009

[ Junho 2009

[ Maio 2009

[ Abril 2009

[ Março 2009

[ Fevereiro 2009

[ Janeiro 2009

[ Dezembro 2008

[ Novembro 2008

[ Outubro 2008

[ Setembro 2008

[ Agosto 2008

[ Julho 2008

[ Junho 2008

[ Maio 2008

[ Abril 2008

[ Março 2008

[ Fevereiro 2008

[ Janeiro 2008

[ Dezembro 2007

[ Novembro 2007

[ Outubro 2007

[ Setembro 2007

[ Agosto 2007

[ Julho 2007

[ Junho 2007

[ Maio 2007

[ Abril 2007

[ Março 2007

[ Fevereiro 2007

[ tags

[ todas as tags

[ visitas

Segunda-feira, 23 de Agosto de 2010

A velocidade da corrida

Corre hoje a notícia da detenção de algumas pessoas que estavam a fazer corridas na via pública na zona de Peniche. Logo à partida alegra-me a notícia da sua detenção. Não faltam por aí cromos que têm a mania de que todos se devem desviar deles para poderem andar na velocidade que bem entendem. Quem quiser que se desvie, sejam carros, camiões, semáforos ou passadeiras.

Não interessa agora o local nem a quantidade de pessoas, mas interessa-me na notícia a expressão "corridas a alta velocidade" porque poderia a corrida não ser de alta velocidade? Pode uma corrida ser de baixa velocidade? Uma corrida não é para saber quem é o mais rápido? Seja a correr muito ou pouco, ganha sempre quem tiver mais velocidade. Um atleta dos 100 metros corre a alta velocidade comparado com um maratonista, mas qualquer um deles vai à mais alta velocidade que consegue, senão não ganha. Sempre pelo princípio Citius, Altius, Fortius , (mais rápido, mais alto, mais forte), ganha o mais rápido.

Houve um outro detalhe da notícia que me incomodou. A dada altura é feita referência a "manifestações desportivas na via pública". E o detalhe não são esta palavras todas. Foi na via pública, foram manifestações, mas serão "desportivas"? Comportarem-se sem respeito algum pelo cidadão alheio, alheios eles e elas aos mais básicos princípios de civismo, quiçá sem imaginarem o que isso seja, será isso desportivismo? Estranho... Se me fosse dada a oportunidade escreveria algo como "Quatro condutores foram detidos pela GNR, esta madrugada, por efectuarem corridas na via pública no IP6 e na estrada nacional 247, na zona de Peniche. Estas manifestações de desrespeito pelas regras de trânsito e o uso abusivo da coisa pública é punível com penas até dois anos de prisão".

publicado por coisas minhas às 17:00
link do post | comentar | favorito

[ quem sou

[ pesquisar

 

[ Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

[ links