coisas que me passam pela cabeça, e outras que vão ficando

[ textos recentes

[ O homem que não existe

[ Sábios conselhos

[ Coisas úteis (?) que se a...

[ We Go ou Nós Vamos?

[ Eusébio no Panteão não. P...

[ Viva la vida loca aos 80!

[ Não tenho dinheiro para u...

[ A senhora engorda e volta...

[ Al Capone era Tuga

[ Carnaval palerma

[ arquivos

[ Março 2016

[ Agosto 2015

[ Junho 2015

[ Março 2015

[ Março 2014

[ Março 2013

[ Fevereiro 2013

[ Julho 2012

[ Maio 2012

[ Outubro 2011

[ Agosto 2011

[ Junho 2011

[ Abril 2011

[ Janeiro 2011

[ Novembro 2010

[ Outubro 2010

[ Setembro 2010

[ Agosto 2010

[ Junho 2010

[ Maio 2010

[ Março 2010

[ Janeiro 2010

[ Dezembro 2009

[ Novembro 2009

[ Outubro 2009

[ Julho 2009

[ Junho 2009

[ Maio 2009

[ Abril 2009

[ Março 2009

[ Fevereiro 2009

[ Janeiro 2009

[ Dezembro 2008

[ Novembro 2008

[ Outubro 2008

[ Setembro 2008

[ Agosto 2008

[ Julho 2008

[ Junho 2008

[ Maio 2008

[ Abril 2008

[ Março 2008

[ Fevereiro 2008

[ Janeiro 2008

[ Dezembro 2007

[ Novembro 2007

[ Outubro 2007

[ Setembro 2007

[ Agosto 2007

[ Julho 2007

[ Junho 2007

[ Maio 2007

[ Abril 2007

[ Março 2007

[ Fevereiro 2007

[ tags

[ todas as tags

Sábado, 10 de Outubro de 2009

Reflexão 2

No Facebook alguém convidou-me para fazer parte de um grupo de boicote aos concertos do Tony Carreira. Não aderi, apesar de estar farto de ouvir falar dele. Parece que há dois anos que anda a celebrar os 20 anos de carreira.

Curioso aparte: o Sérgio Godinho deve ir já para perto dos 50 de carreira, mas ninguém lhe faz a festa que merece. Porquê?

A minha forma natural de boicotar os concertos do Tony Carreira é não ir, mas igualmente nada fazer para impedir qualquer outra pessoa de ir. Eu não gosto, mas não posso nem quero mandar no que os outros gostam, por princípio mas também porque não gosto que os gostos de outros mandem nos meus.

Lembrei-me desta iniciativa, que não louvo, a propósito das eleições autárquicas de amanhã.

Não haverá ninguém que face um grupo de apoio ao Santana Lopes de forma a lhe arranjar um emprego definitivo? Algo que o impeça de volta e meia aparecer como candidato a qualquer coisa algures? Há tempos ele disse que ia andar por aí. Parece que só anda por aí porque não tem onde parar. Se lhe arranjássemos um poiso certo até ao bicentenário da República...

 

tags:
publicado por coisas minhas às 23:16
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Caravana a 5 de Novembro de 2009 às 14:25
parabems pelo destaque. o blog é muito interessante

Comentar post

[ quem sou

[ pesquisar

 

[ Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

[ links