coisas que me passam pela cabeça, e outras que vão ficando

[ textos recentes

[ O homem que não existe

[ Sábios conselhos

[ Coisas úteis (?) que se a...

[ We Go ou Nós Vamos?

[ Eusébio no Panteão não. P...

[ Viva la vida loca aos 80!

[ Não tenho dinheiro para u...

[ A senhora engorda e volta...

[ Al Capone era Tuga

[ Carnaval palerma

[ arquivos

[ Março 2016

[ Agosto 2015

[ Junho 2015

[ Março 2015

[ Março 2014

[ Março 2013

[ Fevereiro 2013

[ Julho 2012

[ Maio 2012

[ Outubro 2011

[ Agosto 2011

[ Junho 2011

[ Abril 2011

[ Janeiro 2011

[ Novembro 2010

[ Outubro 2010

[ Setembro 2010

[ Agosto 2010

[ Junho 2010

[ Maio 2010

[ Março 2010

[ Janeiro 2010

[ Dezembro 2009

[ Novembro 2009

[ Outubro 2009

[ Julho 2009

[ Junho 2009

[ Maio 2009

[ Abril 2009

[ Março 2009

[ Fevereiro 2009

[ Janeiro 2009

[ Dezembro 2008

[ Novembro 2008

[ Outubro 2008

[ Setembro 2008

[ Agosto 2008

[ Julho 2008

[ Junho 2008

[ Maio 2008

[ Abril 2008

[ Março 2008

[ Fevereiro 2008

[ Janeiro 2008

[ Dezembro 2007

[ Novembro 2007

[ Outubro 2007

[ Setembro 2007

[ Agosto 2007

[ Julho 2007

[ Junho 2007

[ Maio 2007

[ Abril 2007

[ Março 2007

[ Fevereiro 2007

[ tags

[ todas as tags

Quinta-feira, 7 de Agosto de 2008

A RTP e os Jogos Olímpicos

Ouvi há pouco na rádio Antena 1 (do grupo RTP) que "os Jogos Olímpicos são o maior evento desportivo mundial". A RTP (tv) programou para as 23h00 a transmissão em diferido da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos, que durará cerca de três horas. Transmite em directo na RTP2 à tarde.

Quem trabalha não poderá ver em directo, mas poderia ver em diferido a horas decentes. A importância deste evento justificaria que a sua transmissão em diferido fosse a uma hora que alcançasse mais espectadores, e que não os obrigasse a ficar acordados até altas horas para a ver na integra. Mas não, alguém decidiu que a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos podia começar a ser transmitida às 23h00, pelo só deve acabar às duas da manhã.

Mesmo sendo véspera de fim-de-semana, quem trabalha tem cansaço que gostaria de vencer com um sono decente. Mais estranho é esta opção da RTP porque estão programados para depois do Telejornal dois programas que não são transmitidos em directo e que não têm qualquer relação do seu conteúdo com a data ou época de emissão. São o "Sabe mais que um miúdo de dez anos" e o "Conta-me como foi". Não há prejuízo algum em que não sejam emitidos no dia previsto. Porque não são adiados para outro dia?

É de apostar que, por força do acordo que a RTP alcançou para a transmissão de jogos de futebol, esta não hesite em não transmitir alguns programas só para transmitidos jogos nacionais em directo. Vai abdicar sem problemas de um qualquer programa, até do Telejornal à hora normal, só para dar um jogo qualquer.

Os Jogos Olímpicos são a expressão máxima do desporto, um simbolo da nossa civilização, são de facto o maior evento desportivo mundial, mas a Direcção de Programas da RTP não parece perceber o que isso significa.

publicado por coisas minhas às 16:53
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De css a 9 de Agosto de 2008 às 10:43
Antes de mais, sou visitante habitual do blog. O post sobre Natália Correia prendeu-me definitivamente.

Quanto aos Jogos Olímpicos, sempre fui peremptória em afirmar que não veria qualquer emissão dos Jogos Olímpicos deste ano, sequer para apoiar os nossos atletas.

Demagogia da minha parte? Sei que sou uma pessoa em milhões, mas imaginem o que aconteceria se esses milhões me acompanhassem no boicote às emissões.

Posso não puder mudar o mundo ou a vida das pessoas na China, com a minha atitude, mas ficar silenciosa é também compactuar, em algum nível.

POR ISSO BOITOCO AS TRANSMISSÕES TELEVISIVAS DOS JOGOS OLÍMPICOS DE PEQUIM.

Comentar post

[ quem sou

[ pesquisar

 

[ Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

[ links