coisas que me passam pela cabeça, e outras que vão ficando

[ textos recentes

[ Ronaldo é apresentado hoj...

[ O homem que não existe

[ Sábios conselhos

[ Coisas úteis (?) que se a...

[ We Go ou Nós Vamos?

[ Eusébio no Panteão não. P...

[ Viva la vida loca aos 80!

[ Não tenho dinheiro para u...

[ A senhora engorda e volta...

[ Al Capone era Tuga

[ arquivos

[ Julho 2018

[ Março 2016

[ Agosto 2015

[ Junho 2015

[ Março 2015

[ Março 2014

[ Março 2013

[ Fevereiro 2013

[ Julho 2012

[ Maio 2012

[ Outubro 2011

[ Agosto 2011

[ Junho 2011

[ Abril 2011

[ Janeiro 2011

[ Novembro 2010

[ Outubro 2010

[ Setembro 2010

[ Agosto 2010

[ Junho 2010

[ Maio 2010

[ Março 2010

[ Janeiro 2010

[ Dezembro 2009

[ Novembro 2009

[ Outubro 2009

[ Julho 2009

[ Junho 2009

[ Maio 2009

[ Abril 2009

[ Março 2009

[ Fevereiro 2009

[ Janeiro 2009

[ Dezembro 2008

[ Novembro 2008

[ Outubro 2008

[ Setembro 2008

[ Agosto 2008

[ Julho 2008

[ Junho 2008

[ Maio 2008

[ Abril 2008

[ Março 2008

[ Fevereiro 2008

[ Janeiro 2008

[ Dezembro 2007

[ Novembro 2007

[ Outubro 2007

[ Setembro 2007

[ Agosto 2007

[ Julho 2007

[ Junho 2007

[ Maio 2007

[ Abril 2007

[ Março 2007

[ Fevereiro 2007

[ tags

[ todas as tags

Quinta-feira, 1 de Março de 2007

Conferências de imprensa

Hoje é notícia o que ainda não aconteceu. Não se sabe ao certo o que vai acontecer nem se espera nenhuma grande surpresa. Mas já se sabe onde e a que horas vai ser: Paulo Portas dará hoje uma ‘curta’ conferência de imprensa às 20h00 no Centro Cultural de Belém (CCB).

Das cinco grandes questões a que uma notícia deve responder (o quê, onde, quem, quando, porquê), quatro já têm resposta: conferência de imprensa, CCB, Paulo Portas, 20h00. O ‘porquê’ já se sabe (Portas propõe-se unir o CDS com um rumo diferente do seguido por Ribeiro e Castro - Público, e Paulo Portas prepara-se para traçar hoje o que deve ser o futuro do CDS - deixando claro pelo caminho que faz parte da solução - DN) e o resto virá com a conclusão do acto para fechar o assunto.

Dê lá isto no que der acho interessante duas coisas.
Primeiro, que a conferência de imprensa seja às 20h00’, hora de telejornais, de famílias especadas e devotas do televisor, de topo de audiências. Faria diferença se fosse antes? Ou depois? Mudaria alguma coisa na essência do que vai ser dito, explicitamente ou não? Esta é uma jogada inteligente do apostador (e de todos os outros que fazem o mesmo) pois sabe que assim não lhe será cerceada a palavra, pelo menos até ter chegado ao cerne da questão, nem será relegado para outro plano pelas reacções ao que vier a dizer. Se a fizesse antes a palavra ser-lhe-ia provavelmente cortada para encaixar no alinhamento do jornal. Se fosse depois não poderia competir com as novelas ou futebol e só na manhã seguinte seria conhecida mas então já dissecada pelos analistas e assim reduzia a meia dúzia de argumentos. Assim não é interrompido, fica no centro das atenções, e quase que aposto que não responderá a perguntas.
Segundo ponto interessante: o local. Porquê o CCB? E, já agora, porquê no "Centro Cultural de Belém - na mesma sala onde Cavaco Silva fez o anúncio da sua candidatura presidencial" (DNt)? Faria diferença se fosse noutro sítio? No Martinho da Arcada? No Oceanário? Numa dala de uma funcação do seu espectro político? Num qualquer hotel ou mesmo em casa? Talvez esteja a ser injusto e o aluguer de uma sala no CCB seja mais barato que nalguns hotéis de cinco estrelas, e que para hoje às 20h00 o CCB, por coincidência, não tenha mais nenhuma sala disponível. Acredito que muitas coincidências não mais que isso mesmo, mas nesta não acredito.

publicado por coisas minhas às 14:07
link do post | comentar | favorito

[ quem sou

[ pesquisar

 

[ Julho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

[ links