coisas que me passam pela cabeça, e outras que vão ficando

[ textos recentes

[ O homem que não existe

[ Sábios conselhos

[ Coisas úteis (?) que se a...

[ We Go ou Nós Vamos?

[ Eusébio no Panteão não. P...

[ Viva la vida loca aos 80!

[ Não tenho dinheiro para u...

[ A senhora engorda e volta...

[ Al Capone era Tuga

[ Carnaval palerma

[ arquivos

[ Março 2016

[ Agosto 2015

[ Junho 2015

[ Março 2015

[ Março 2014

[ Março 2013

[ Fevereiro 2013

[ Julho 2012

[ Maio 2012

[ Outubro 2011

[ Agosto 2011

[ Junho 2011

[ Abril 2011

[ Janeiro 2011

[ Novembro 2010

[ Outubro 2010

[ Setembro 2010

[ Agosto 2010

[ Junho 2010

[ Maio 2010

[ Março 2010

[ Janeiro 2010

[ Dezembro 2009

[ Novembro 2009

[ Outubro 2009

[ Julho 2009

[ Junho 2009

[ Maio 2009

[ Abril 2009

[ Março 2009

[ Fevereiro 2009

[ Janeiro 2009

[ Dezembro 2008

[ Novembro 2008

[ Outubro 2008

[ Setembro 2008

[ Agosto 2008

[ Julho 2008

[ Junho 2008

[ Maio 2008

[ Abril 2008

[ Março 2008

[ Fevereiro 2008

[ Janeiro 2008

[ Dezembro 2007

[ Novembro 2007

[ Outubro 2007

[ Setembro 2007

[ Agosto 2007

[ Julho 2007

[ Junho 2007

[ Maio 2007

[ Abril 2007

[ Março 2007

[ Fevereiro 2007

[ tags

[ todas as tags

Quarta-feira, 11 de Junho de 2008

Paga! sócio...

Irritam-me estes actuais anúncios do ACP. Fazem parecer que sendo sócio se tem um mundo de coisas ao dispor. É verdade que destranca a porta, mas não a abre toda.
Ser sócio do ACP custa 79 Euros, se for pago anualmente, 80 se for pago de seis em seis meses. Acresce a Jóia de admissão que é de 30 Euro (não percebo o que possa ser uma “jóia de admissão” senão um incentivo a não ser sócio).
Primeiro era um com o Pedro Lamy pedindo um médico, e o ACP arranjava, embora não se dissesse que é preciso pagar mais que a quota anual para ter direito ao médico. Depois era um polícia a gozar com o seguro do automobilista, como se alguma pessoa, polícia ou não, pudesse saber qual é o seguro, a sua cobertura e o seu custo, olhando apenas para os documentos do carro. Era estúpido.
Agora há um anúncio em que uma voz feminina, simpática e quente diz algo como “Senhor condutor, tenho boas e más notícias para si. As boas é que os sócios do ACP têm um desconto de 3 cêntimos [acho que são 3 no anúncio, mas agora passou para 4] nos combustíveis nos postos Repsol. As más são para quem não é sócio”.
Claro que neste anúncio também não falam de quanto custa ser sócio. 79 euros anuais mais a jóia de admissão faz 109 euro, o que ao preço a que a Repsol vende a gasolina, que é das mais caras, é de pensar se não será melhor gastar os 109 euro mais tudo o que se gasta na Repsol nas bombas dos hipermercados, mesmo com o desconto para os sócios.
Sei do que falo, porque já fui sócio e deixei de querer ser, e pela continuidade da publicidade de tentativa de angariação de sócios, parece-me que o ACP estará na verdade a perdê-los, o que é pena para uma instituição como aquela.

tags:
publicado por coisas minhas às 10:26
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Porquinho Preto a 11 de Junho de 2008 às 11:05
o canivete suiço passou a ser chinês.... nem todas as peças que o compõem funcionam... Assim parece o ACP. Tem tudo... mas não dá nada!

Comentar post

[ quem sou

[ pesquisar

 

[ Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

[ links