coisas que me passam pela cabeça, e outras que vão ficando

[ textos recentes

[ Ronaldo é apresentado hoj...

[ O homem que não existe

[ Sábios conselhos

[ Coisas úteis (?) que se a...

[ We Go ou Nós Vamos?

[ Eusébio no Panteão não. P...

[ Viva la vida loca aos 80!

[ Não tenho dinheiro para u...

[ A senhora engorda e volta...

[ Al Capone era Tuga

[ arquivos

[ Julho 2018

[ Março 2016

[ Agosto 2015

[ Junho 2015

[ Março 2015

[ Março 2014

[ Março 2013

[ Fevereiro 2013

[ Julho 2012

[ Maio 2012

[ Outubro 2011

[ Agosto 2011

[ Junho 2011

[ Abril 2011

[ Janeiro 2011

[ Novembro 2010

[ Outubro 2010

[ Setembro 2010

[ Agosto 2010

[ Junho 2010

[ Maio 2010

[ Março 2010

[ Janeiro 2010

[ Dezembro 2009

[ Novembro 2009

[ Outubro 2009

[ Julho 2009

[ Junho 2009

[ Maio 2009

[ Abril 2009

[ Março 2009

[ Fevereiro 2009

[ Janeiro 2009

[ Dezembro 2008

[ Novembro 2008

[ Outubro 2008

[ Setembro 2008

[ Agosto 2008

[ Julho 2008

[ Junho 2008

[ Maio 2008

[ Abril 2008

[ Março 2008

[ Fevereiro 2008

[ Janeiro 2008

[ Dezembro 2007

[ Novembro 2007

[ Outubro 2007

[ Setembro 2007

[ Agosto 2007

[ Julho 2007

[ Junho 2007

[ Maio 2007

[ Abril 2007

[ Março 2007

[ Fevereiro 2007

[ tags

[ todas as tags

[ visitas

Quarta-feira, 24 de Novembro de 2010

Greve? Qual greve?

Hoje é dia de greve nacional, como não havia há muitos anos. A última, dizem, foi no tempo em que o Cavaco era Primeiro-Ministro. Pré-História para alguns.

Nessa greve ou foi Cavaco ou um dos seus ministros que andou pela rua a mostrar que não se viam os sinais da greve. Foram para a rua passear frente a lojas que, obviamente, estavam abertas. Não é o comércio que faz greve, nem os seus empregados. Não são os que trabalham por conta própria que fazem greve, mas isso não interessava. O importante era mostrar que não se viam os efeitos da greve, e lá tentaram passar a mensagem.

Como entre Sócrates e Cavaco há como que o jogo do "descubra as diferenças", em que nunca se encontram todas, quase que aposto que hoje se vai repetir a cena. Nem o actual Primeiro Ministro nem nenhum membro do Governo ousará estar frente a uma fábrica, numa paragem de autocarros ou numa estação de comboios a ver os efeitos da greve. Ou nas portagens da ponte 25 de Abril, ou nas escadas do Metropolitano. Tão pouco para alguma estrada de uma terra do interior à espera de uma camioneta que nunca chegará para levar as crianças numa viagem de hora e meia para uma escola fria. Mas são bem capazes de ir passear por uma qualquer rua de comércio, ou alguma superfície grande comercial.

E depois dirão, "Greve? Qual greve?" com o ar mais natural deste mundo.

Só espero que me engane. Veremos.

publicado por coisas minhas às 07:00
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Novembro de 2010

O importante é o anel

O Sr. William vai casar. Coisa banal, dita assim. Tratando-se do principe William, segundo na linha de sucessão do trono do Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, o mesmo assunto passa a ser notícia em todo o lado.

Nada tenho contra ou a favor do evento, é-me indiferente. Quero apenas comentar o que foi noticiado. Seja nos títulos das notícias ou nas imagens, o maior destaque foi para o anel que o noivo ofereceu à noiva. Vi mais vezes o anel que a cara dela, e ouvi ou li mais vezes a palavra 'anel' que o nome da rapariga.

Se na canção o importante era a rosa, aqui é o anel, qual marca de propriedade. Seja o principe ou o mais vulgar dos cidadãos, vejo o colocar o anel à noiva como quem marca o gado de que é proprietário, e não gosto. Li algures que o anel em causa é o mesmo que foi oferecido a Diana e que é a forma do noivo sentir a presença da mãe no casamento. Se lhe desse outra coisa qualquer que certamente terá da mãe, o resultado não seria o mesmo?

A rapariga chama-se Catherine, ou Kate, mas não é isso interessa: o anel é de safira azul debruado de diamantes. Fico feliz por saber disso. E que sejam felizes também.

publicado por coisas minhas às 14:04
link do post | comentar | favorito

[ quem sou

[ pesquisar

 

[ Julho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

[ links