coisas que me passam pela cabeça, e outras que vão ficando

[ textos recentes

[ Ronaldo é apresentado hoj...

[ O homem que não existe

[ Sábios conselhos

[ Coisas úteis (?) que se a...

[ We Go ou Nós Vamos?

[ Eusébio no Panteão não. P...

[ Viva la vida loca aos 80!

[ Não tenho dinheiro para u...

[ A senhora engorda e volta...

[ Al Capone era Tuga

[ arquivos

[ Julho 2018

[ Março 2016

[ Agosto 2015

[ Junho 2015

[ Março 2015

[ Março 2014

[ Março 2013

[ Fevereiro 2013

[ Julho 2012

[ Maio 2012

[ Outubro 2011

[ Agosto 2011

[ Junho 2011

[ Abril 2011

[ Janeiro 2011

[ Novembro 2010

[ Outubro 2010

[ Setembro 2010

[ Agosto 2010

[ Junho 2010

[ Maio 2010

[ Março 2010

[ Janeiro 2010

[ Dezembro 2009

[ Novembro 2009

[ Outubro 2009

[ Julho 2009

[ Junho 2009

[ Maio 2009

[ Abril 2009

[ Março 2009

[ Fevereiro 2009

[ Janeiro 2009

[ Dezembro 2008

[ Novembro 2008

[ Outubro 2008

[ Setembro 2008

[ Agosto 2008

[ Julho 2008

[ Junho 2008

[ Maio 2008

[ Abril 2008

[ Março 2008

[ Fevereiro 2008

[ Janeiro 2008

[ Dezembro 2007

[ Novembro 2007

[ Outubro 2007

[ Setembro 2007

[ Agosto 2007

[ Julho 2007

[ Junho 2007

[ Maio 2007

[ Abril 2007

[ Março 2007

[ Fevereiro 2007

[ tags

[ todas as tags

Quinta-feira, 31 de Maio de 2007

Russia ataca EUA?!?

Estava a ver (só a ver, sem som) a abertura do Jornal das 22h na RTP 2 há minutos atrás, e na abertura vejo um missil a ser disparado e a legenda "Russia ataca EUA"!

A notícia era, afinal bem diferente. Não foi a Russia, foi o Putin que atacou VERBALMENTE a política norte-america de instalação de misseis seus em países europeus, nomeadamente na Polónia. Não lançou nenhum missil, nem nenhuma bala, nem uma pedra com fisga nem sequer um balão de água.

Putin acusou, e nisso concordo com ele, os EUA de à revelia do Direito Internacional instalarem armas suas ofensivas em território alheio. E no entanto a notícia foi apresentada como se a Russia tivesse lançado um míssil contra os EUA.

Terá alguém na Direcção de Informação da RTP a mínima capacidade de entender o tamanho desta asneira? O que foi anunciado é uma mentira. A mensagem passada é uma distorção inadmissível de factos diametralmente opostos. Quem por algum acaso naquele instante passasse por uma montra onde a notícia estava a passar, ou estivesse num café ou restaurante com muito barulho, sem ouvir o som da notícia, o que entenderia? Quem fez o disparate daquele anúncio - já que aquilo não é notícia - terá dois dedos de testa para saber o que faz? Ou um dedo só, pelo menos?

Para além da abjecção que é este disparate, mais um a juntar a tantos, irrita-me sobretudo ser obrigado a pagar para que gente incompetente invente coisas que depois rotula de 'notícias' sem saber o que anda a fazer.

como estou?:
publicado por coisas minhas às 22:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

e vivó Benfica!!!

O noticiário da manhã na RTP é um extraordinário condensado de inutilidades. Alongar-me-ei mais sobre isso noutro dia.

Na semana passada, uns minutos antes das 8, o pivôt anuncia "as notícias que fazem o topo da actualidade: Benfica inicia a digressão pelos Estados Unidos; infecção num hospital provoca a morte a um bebé e afecta outras crianças;...". Às 8 arrancam então as notícias, e a primeiríssima é, claro, a digressão do Benfica! Só depois veio a notícia da infecção no hospital e depois todas as demais. O Benfica, e o futebol em geral, é sempre mais importante para quem faz aquilo do que tudo o mais.

E chamo-lhe 'aquilo' porque aquilo não é um noticiário. É um despejar de ocorrências, a maior parte da véspera, outras inconsequentes para se saber pela manhã ("todos os anos morrem 3 mil pessoas com a doença de Gershfungelstein-Kapov. Connosco temos hoje o Dr. Anacleto Bisneto que nos vai falar sobre o assunto...").

O referendo sobre a possibilidade de impugnação do presidente da Roménia, ou sobre os novos minitros franceses não a vi neste noticiário, nem em nenhum outro.

O Benfica é mais importante que a morte de uma criança num local onde é suposto as doenças serem não só tratadas como prevenidas? Pois se for, que vivó Benfica, que não imaginava tão importante!!!

Se fosse só um dia ainda passava, mas acontece todos os dias. Mais que anedótico isto é triste.

publicado por coisas minhas às 23:11
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Maio de 2007

Felicidade

A minha tia Felicidade teria feito anos há dias, demasiados, talvez, para que ainda cá pudesse estar. Para além das recordações que inesperadamente emergem lá do fundo da memória, a ela sempre a recordei, em especial, no seu aniversário.
Morreu inevitavelmente, tal era o seu estado e idade, e por isso não verti lágrimas nesses dias. Era um dado adquirido já assimilado que se havia sedimentado há muito.
Contam-se pelos dedos de uma mão as vezes que lhe visitei a campa, tal como não visitei outras mais vezes. Não via qualquer ligação entre o cubículo de mármore jacente e a pessoa que conhecera. A ligação entre a matéria e o espírito extinguiu-se na sua morte, pelo que aquilo era um objecto sem significado.
Anos mais tarde, nos entre-tempos de um outro funeral, fui ver a campa num misto de gastar tempo e curiosidade estética sobre o seu estado. Aí, na inestimável companhia que tinha e tenho, chorei. Não de saudade, desgosto ou qualquer outra coisa parecida mas, acho, de alegria. A minha tia Felicidade sempre desejou e tudo fez pela felicidade dos sobrinhos. Ainda que de diferentes formas creio que a atingimos todos. Chorei, por isso pela alegria que ela teria se nos visse, e porque a alegria de que gozamos também lhe é devida pela educação que nos deu. Lamento apenas que não tenha vivido mais para ver tanto.
Por ser parte da minha felicidade, quero hoje em especial recordar mais ainda, a minha tia Felicidade.

publicado por coisas minhas às 09:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 22 de Maio de 2007

Ando ocupado!

É sintomático este calendário aqui á direita, que mostra a data do último post. Exactamente nesse dia iniciei a fase final de um projecto com mais de um ano. Estes têm sido dias como há poucos, com inúmeras coisas a acontecer em simultâneo e em consequência umas das outras, ainda que fenomenalmente motivador e desafiante.

Como é depreendível tem sido também esgotante e por isso nada tenho publicado. Aliás, pouco ou nada mais tenho feito, pelo que de pouco ou nada me tenho apercebido que tenha podido alimentar a escrita. Mas voltarei em breve. Amanhã estará aqui um novo texto. E depois conto alimentar as linhas temáticas que procurei definir.

como estou?: exausto!
publicado por coisas minhas às 23:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 2 de Maio de 2007

Boa Música!

Gosto muito de muitas músicas, e de muitos estilos. Pop, Rock, Punk, Clássica, Reggae (sim!...), Étnica, Tradicional, sei lá que mais. Nunca poderei escolher uma única que goste mais que qualquer outra.

Estou a ouvir rádio, melhor, estou a escutar rádio, e que bom que é. De repente saltou suave mas firme a voz, a solo, do Paul McCartney "I can wait another day..." e PAM! baixo, bateria e um acorde de guitarra, em simultâneo, arrancam com o formidável No More Lonely Nights. Sendo indizível o prazer daí resultante, fico por aqui perpetuando na memória recente aqueles quatro minutos já passados. Servem de isco à memória na pesca de outras melodias!

como estou?: bem...
música: No More Lonely Nights
publicado por coisas minhas às 22:24
link do post | comentar | favorito

[ quem sou

[ pesquisar

 

[ Julho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

[ links