coisas que me passam pela cabeça, e outras que vão ficando

[ textos recentes

[ Ronaldo é apresentado hoj...

[ O homem que não existe

[ Sábios conselhos

[ Coisas úteis (?) que se a...

[ We Go ou Nós Vamos?

[ Eusébio no Panteão não. P...

[ Viva la vida loca aos 80!

[ Não tenho dinheiro para u...

[ A senhora engorda e volta...

[ Al Capone era Tuga

[ arquivos

[ Julho 2018

[ Março 2016

[ Agosto 2015

[ Junho 2015

[ Março 2015

[ Março 2014

[ Março 2013

[ Fevereiro 2013

[ Julho 2012

[ Maio 2012

[ Outubro 2011

[ Agosto 2011

[ Junho 2011

[ Abril 2011

[ Janeiro 2011

[ Novembro 2010

[ Outubro 2010

[ Setembro 2010

[ Agosto 2010

[ Junho 2010

[ Maio 2010

[ Março 2010

[ Janeiro 2010

[ Dezembro 2009

[ Novembro 2009

[ Outubro 2009

[ Julho 2009

[ Junho 2009

[ Maio 2009

[ Abril 2009

[ Março 2009

[ Fevereiro 2009

[ Janeiro 2009

[ Dezembro 2008

[ Novembro 2008

[ Outubro 2008

[ Setembro 2008

[ Agosto 2008

[ Julho 2008

[ Junho 2008

[ Maio 2008

[ Abril 2008

[ Março 2008

[ Fevereiro 2008

[ Janeiro 2008

[ Dezembro 2007

[ Novembro 2007

[ Outubro 2007

[ Setembro 2007

[ Agosto 2007

[ Julho 2007

[ Junho 2007

[ Maio 2007

[ Abril 2007

[ Março 2007

[ Fevereiro 2007

[ tags

[ todas as tags

Quinta-feira, 2 de Agosto de 2007

É dele ou do outro?

Foi anunciado o lançamento de um livro do Mantorras, ou de um livro sobre o Mantorras. A notícia não era clara. O locutor da notícia dizia que era um relato na primeira pessoa sobre a vida do Mantorras, escrito pelo jornalista José Gabriel.
Ora aí está a confusão. Se o livro é sobre o Mantorras e escrito pelo jornalista, então não é um relato na primeira pessoa. Se o livro é do Mantorras, então pode ser um relato na primeira pessoa, mas que faz lá o tal José Gabriel? E que fez lá o jornalista que relatou a confusão?
E, pegando no assunto, que idade tem o Mantorras? Presumo que terá menos de 30. Se este é o livro da sua vida, como relatou o locutor, o que será do resto da vida dele? Há uns séculos, ou hoje noutros locais, em que a esperança de vida mal chega aos 30, vale a pena fazer um livro sobre a vida vivida, se tiver algum interesse para alguém. Como em Portugal a esperança de vida ronda os 74 anos, ou o Mantorras não vai fazer mais nada de jeito na vida, ou então ainda tem mais livro e meio para lançar.
Acho eu.

publicado por coisas minhas às 22:18
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Euzinha a 7 de Agosto de 2007 às 11:04
Provavelmente será um livro ao estilo do do Cristiano Ronaldo, e outros do género, cheio de imagens e pouco texto, tipo banda desenhada!
De catita4ever a 7 de Agosto de 2007 às 10:47
Parece-me obvio que o Mantorras não sabe escrever e daí ser um relato na primeira pessoa, mas escrito por outra. Ele estava mortinho por dar a conhecer a história do seu querido joelho, acho que faz bem, é suposto haver leitores para todos os tipos de leitura, pode ser que haja também para o livro do Mantorras. Parabéns pelo destaque no sapo.
De José Costa a 6 de Agosto de 2007 às 17:52
Conheci hoje o blog. Do que li - não tive, obviamente, tempo para ler tudo -, fez com que desse algumas sonoras gargalhadas.
Gosto de abrir os pulmões às lufadas de ar fresco.
Parabéns.
José Costa.
http://blogs.arcosdigital.com/abaixoopresidente
De JoanaTorrado a 6 de Agosto de 2007 às 10:47
Bons dias :)

O Blog tem um merecido destaque na Homepage do SAPO e na página principal dos Blogs (http://blogs.sapo.pt).

Parabéns e boa continuação.l
De siri a 5 de Agosto de 2007 às 23:25
AHAHAH =)

Comentar post

[ quem sou

[ pesquisar

 

[ Julho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

[ links