coisas que me passam pela cabeça, e outras que vão ficando

[ textos recentes

[ O homem que não existe

[ Sábios conselhos

[ Coisas úteis (?) que se a...

[ We Go ou Nós Vamos?

[ Eusébio no Panteão não. P...

[ Viva la vida loca aos 80!

[ Não tenho dinheiro para u...

[ A senhora engorda e volta...

[ Al Capone era Tuga

[ Carnaval palerma

[ arquivos

[ Março 2016

[ Agosto 2015

[ Junho 2015

[ Março 2015

[ Março 2014

[ Março 2013

[ Fevereiro 2013

[ Julho 2012

[ Maio 2012

[ Outubro 2011

[ Agosto 2011

[ Junho 2011

[ Abril 2011

[ Janeiro 2011

[ Novembro 2010

[ Outubro 2010

[ Setembro 2010

[ Agosto 2010

[ Junho 2010

[ Maio 2010

[ Março 2010

[ Janeiro 2010

[ Dezembro 2009

[ Novembro 2009

[ Outubro 2009

[ Julho 2009

[ Junho 2009

[ Maio 2009

[ Abril 2009

[ Março 2009

[ Fevereiro 2009

[ Janeiro 2009

[ Dezembro 2008

[ Novembro 2008

[ Outubro 2008

[ Setembro 2008

[ Agosto 2008

[ Julho 2008

[ Junho 2008

[ Maio 2008

[ Abril 2008

[ Março 2008

[ Fevereiro 2008

[ Janeiro 2008

[ Dezembro 2007

[ Novembro 2007

[ Outubro 2007

[ Setembro 2007

[ Agosto 2007

[ Julho 2007

[ Junho 2007

[ Maio 2007

[ Abril 2007

[ Março 2007

[ Fevereiro 2007

[ tags

[ todas as tags

[ visitas

Terça-feira, 25 de Março de 2014

Não tenho dinheiro para um Audi

O Governo escolheu a marca Audi para fornecedora dos prémios a sortear por quem peça factura nas suas trocas comerciais. O conceito base é interessante. Compra-se uma impressora por 100€, pede-se factura e ganha-se um Audi.

É aliciante para quem pode sustentar um Audi. Eu não posso. Pessoalmente não gosto dos Audi, mas só por uma questão estética. São sem dúvida bons carros e por isso, ou também por isso, são caros, muito caros. Um Audi novo quanto pagará de Imposto Único de Cirulação? E com o motor que tem, quanto consome? E por quando ficará o seguro? (só contra terceiros, que não dá para mais).

Sou levado a concordar com o bastonário da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas (OTOC) que, sem discurdar do mérito da ideia base da iniciativa - incentivar o pedido de facturas - sugeriu como alternativa oferecer o direito do premiado a deduzir no seu IRS o valor do prémio ou não pagar alguns impostos e ser devolvido o IRS descontado pela entidade patronal.

Mas, enfim, foi esta a escolha do Governo. Comprar carros caros alemães para oferecer. E, já agora, em quanto é que isto ajuda a controlar o défice?...

publicado por coisas minhas às 17:00
link do post | comentar | favorito (2)
|
12 comentários:
De vquartinb a 27 de Março de 2014 às 16:42
...se me sair a mim, a primeira coisa que eu faço eh vender o carro...pode ser ao passos coelho ?!!! :o
De Raquel a 27 de Março de 2014 às 16:15
Não se tratam de carros comprados pelo estado de propositadamente para o efeito, mas sim de carros que já foram comprados pelo estado há algum tempo para algum efeito, ou seja, não são novos.
De Ideias à Solta a 27 de Março de 2014 às 12:53
É mesmo uma verdadeira idiotice.
Os beneficiados são quem atribui o suposto benefício e não os contribuintes.

http:/ ideias_a_solta.blogs.sapo.pt /
De Joni a 27 de Março de 2014 às 12:29
Boas!

Isto também é um pau de dois bicos.
Se a noticia fosse... Governo fez acordo com a Fiat ou a Tata ou a Citroen (sem tirar credibilidade a estas marcas que por sinal até acho que têm uma excelente qualidade/preço na grande maioria dos seus modelos) para fornecer os carros a sortear, é porque para eles "Governantes" só faziam acordos com a Mercedes ou a Audi ou Bmw para terem como carros de transporte e eles tinham carros bons e para o povo ofereciam marcas mais... não quero chamar reles porque não são, mas marcas mais baratas e com menor qualidade... Se oferecem uma marca de maior prestigio.. é porque não têm dinheiro para sustentar o carro...

Pessoal... decidam-se ! Choram porque têm e por não têm!

Eu falo e também não ganho nada de vencimento, se é que se pode chamar vencimento... epah mas se me calha-se a mim e caso não tivesse dinheiro para o sustentar... olha vendia-o! Ao menos ganhava o dinheiro do carro e já não me podia queixar!

Contudo... estes carros já consomem muito menos devido a sua tecnologia. Por isso um Citroen ou um Audi meus senhores.. a não ser revisões/peças para o carro basicamente é o mesmo!

Se isto ajuda o défice ou não? não sei... isso já são outras histórias...
De Joao carlos costa a 27 de Março de 2014 às 11:58
Com o valor deste carro faziam 1;2; e 3; prêmios para viaturas entre os 10 a 15 mil euros, fabricados do Portugal e assim nao só o dinheiro cá ficava como os possíveis contemplados os podiam manter. Penso eu:-)
De Vitório Rei a 27 de Março de 2014 às 11:43
Calhou-me um pó-pó

Vejam só
o que me aconteceu,
calhou-me um pó-pó
novo e de gama alta,
mas que grande fartura,
mas não me faz falta
esse pó-pó,
preferia antes
um quadro do Miró

Mas que grande fartura
o meu pó-pó,
gasta 15 litros aos cem
de gasolina
e só para lhe limparem
o pó
tenho que lá deixar a minha
camisa

Mas que grande fartura
o meu pó-pó,
preferia antes um quadro do Miró
sem factura
De eu a 27 de Março de 2014 às 11:20
Que lindo também quero um para meter na garagem ? O governo não ajuda a manter ...
De ideias a 27 de Março de 2014 às 10:49
Olá.
Um dos carros têm uma manutenção de 365€/mês, segundo as contas do jornal expresso. Dar carros de luxo ao povo que vive na miséria é uma excelente medida, ou melhor, em Portugal é uma excelente medida tendo em conta que os Portugueses vivem de acordo com que os outros pensam e preferem ter um bom carro mesmo estando na miséria e não ter dinheiro para a manutenção dele. Só no mês de Janeiro houve mais 46 milhos de facturas do que igual ano de 2013.

http://ideiasamonte.blogs.sapo.pt/sorteios-do-estado-audi-a4-e-a6-com-34108
De Fátima Bento a 27 de Março de 2014 às 10:23
Ando a dizer isso desde que apareceram com a ideia. E já disse, se me sai um (ahahah) vendo um carrão pelo preço de um carrinho. E dizia isto antes de saber que eram Audi - bastava serem 'de alta cilindrada' para saber que não conseguia alimentar o bicho,quanto mais pagar o imposto de circulação...
De Susana Santos a 27 de Março de 2014 às 14:26
Quando venderem não se esqueçam de declarar ao Fisco o valor de venda do carro...esse fica marcado para td a vida..
De Fátima Bento a 28 de Março de 2014 às 07:46

Nada... mas é que nada foi deixado ao acaso. E nunca é, porque seria neste caso?
De Makiavel a 27 de Março de 2014 às 09:54
Falta ainda referir o IVA do PVP da viatura que o estado não pagará mais o IA.
Prevejo saldos nos Audis para os próximos tempos.
Contas de merceeiro a que esta pandilha nos vem habituando.

Comentar post

[ quem sou

[ pesquisar

 

[ Março 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

[ links